A edição brasileira de um marco da série PR: o episódio 900, “Laire”

Em 20 de setembro de 2016 a editora SSPG publicou “Laire”, o episódio 900 da série “Perry Rhodan”. A publicação desta história, a primeira do ciclo “Os Castelos Cósmicos”, é um marco para a edição brasileira da série, já que na época de seu lançamento original na Alemanha, em 1978, ela foi considerada uma das melhores histórias já escritas de “Perry Rhodan” até então. De autoria de William Voltz, considerado até hoje o melhor autor da série, este livro narrou a incrível história de Laire, o robô esquecido dos “Sete Poderosos”.

Capa do episódio 900, "Laire"

Capa do episódio 900, “Laire”

Em 2003, numa votação organizada pela editora alemã HJB, os fãs alemães, austríacos e suíços da série classificaram “Laire” como a décima terceira melhor história rhodaniana publicada até aquele momento, quando a série se aproximava do episódio 2200. O resultado completo da votação foi o seguinte:

1) 1000 – “O Terrano”, de William Voltz
2) 50 – “Atlan, o Solitário do Tempo”, de K.H. Scheer
3) 200 – “A Rota Para Andrômeda”, de K.H. Scheer
4) 2000 – “Aquilo”, de Robert Feldhoff e Ernst Vlcek
5) 850 – “Bardioc”, de William Voltz
6) 1 – “Missão Stardust”, de K.H. Scheer
7) 299 – “No Fim do Poder”, de William Voltz
8) 500 – “Eles Vieram do Nada”, de K.H. Scheer
9) 74 – “O Pavor”, de William Voltz
10) 300 – “Alerta no Setor Alvorada”, de K.H. Scheer
11) 746 – “O Atemporal”, de William Voltz
12) 757 – “Mundo Sem Humanos”, de William Voltz
13) 900 – “Laire”, de William Voltz
14) 19 – “O Imortal”, de K.H. Scheer
15) 100 – “A Estrela do Destino”, de K.H. Scheer
16) 700 – “Afilia”, de Kurt Mahr
17) 800 – “A Imperatriz de Therm”, de William Voltz
18) 851 – “Pesadelo Cósmico”, de William Voltz
19) 1935 – “O Canto do Silêncio”, de Andreas Eschbach
20) 2 – “A Terceira Potência”, de Clark Darlton

Para promover o lançamento de “Laire” e divulgar o início da publicação do ciclo “Os Castelos Cósmicos”, a editora SSPG divulgou os seguintes textos:

– Apresentação do episódio 900, “Laire”:

Após diversos desafios e duros combates, Perry Rhodan e sua equipe conseguem alcançar a central de comando da nave semeadora Pan-Thau-Ra, cumprindo assim a tarefa atribuída pelo misterioso Lard. Ali, os terranos fazem uma descoberta surpreendente: o Lard não é outro senão Laire, o robô esquecido dos Poderosos. Com isso, Rhodan e seus companheiros ficam a par de uma história que eles próprios não poderiam conceber nem mesmo em seus sonhos mais ousados – a história de como Laire, em sua busca infatigável por seu olho perdido, moldou o modo de pensar e agir de uma civilização inteira e construiu um mito que perdurou por milênios a fio…

– Apresentação do ciclo “Os Castelos Cósmicos” (episódios 900 a 999), o 15º ciclo da série “Perry Rhodan”:

Para encontrar a fonte de matéria que se transformou numa ameaça devido ao mau uso da nave semeadora Pan-Thau-Ra, Perry Rhodan e seus companheiros começam a busca pelos castelos cósmicos dos sete Poderosos. Atlan inicia sua longa viagem ao encontro dos seres que vivem além das fontes de matéria. Enquanto isso, na Via Láctea, o ambicioso mutante Boyt Margor torna-se uma ameaça, e, no centro da Galáxia, uma antiga instalação dos cavaleiros das profundezas acorda para uma nova vida.

No site oficial da edição brasileira da série (www.perry-rhodan.com.br) é possível adquirir tanto a edição impressa publicada pela SSPG entre 2001 e 2007 (episódios 650 a 847) como a nova edição eletrônica, que começou a ser publicada em 2014. Mensalmente são lançados sete “e-books”, sendo três inéditos (a partir dos episódios 537 e 848) e quatro referentes a histórias já publicadas pela SSPG, porém disponíveis até então apenas na forma impressa (a partir do episódio 650).

Anúncios

Uma resposta to “A edição brasileira de um marco da série PR: o episódio 900, “Laire””

  1. Agostinho Filho Says:

    Coloquei em ordem cronológica PELA ORDEM DE PUBLICAÇÃO:

    001 – “Missão Stardust”, de K.H. Scheer (Classificação: 06º) 08/09/1961
    002 – “A Terceira Potência”, de Clark Darlton (Classificação: 20º) 15/09/1961
    019 – “O Imortal”, de K.H. Scheer (Classificação: 14º) 12/01/1962
    050 – “Atlan, o Solitário do Tempo”, de K.H. Scheer (Classificação: 02º) 17/08/1962
    074 – “O Pavor”, de William Voltz (Classificação: 09º) 01/02/1963
    100 – “A Estrela do Destino”, de K.H. Scheer (Classificação: 15º) 02/08/1963
    200 – “A Rota Para Andrômeda”, de K.H. Scheer (Classificação: 03º) 02/07/1965
    300 – “Alerta no Setor Alvorada”, de K.H. Scheer (Classificação: 10º) 02/06/1967
    299 – “No Fim do Poder”, de William Voltz (Classificação: 07º) 26/05/1967
    500 – “Eles Vieram do Nada”, de K.H. Scheer (Classificação: 08º) 20/04/1971
    700 – “Afilia”, de Kurt Mahr (Classificação: 16º) 31/01/1975
    746 – “O Atemporal”, de William Voltz (Classificação: 11º) —/12/1975
    757 – “Mundo Sem Humanos”, de William Voltz (Classificação: 12º) —/02/1976
    800 – “A Imperatriz de Therm”, de William Voltz (Classificação: 17º) —/12/1976
    850 – “Bardioc”, de William Voltz (Classificação: 05º) 06/12/1977
    851 – “Pesadelo Cósmico”, de William Voltz (Classificação: 18º) 13/12/1977
    900 – “Laire”, de William Voltz (Classificação: 13º) 21/11/1978
    1000 – “O Terrano”, de William Voltz (Classificação: 01º) 21/10/1980
    1935 – “O Canto do Silêncio”, de Andreas Eschbach (Classificação: 19º) 22/09/1998
    2000 – “Aquilo”, de Robert Feldhoff e Ernst Vlcek (Classificação: 04º) 21/12/1999

    Achei algumas curiosidades interessantes na lista desses 20 melhores episódios acima:
    1) 9 foram publicados ao longo dos anos 1960; 8 nos anos 1970; 1 nos anos 1980; 2 nos anos 1990 e nenhum à partir de 2000. Conclusão: aparentemente o melhor da série está nos anos 1960-1970
    2) 17 histórias já estão disponíveis em português. Falta o melhor episódio (1000 “O Terrano”); o 4º (2000 “Aquilo”) e 19º (1935 “O Canto do Silêncio”)
    3) Com exceção do episódio 2, todos já foram publicados na série Perry Rhodan Gold Edition (em alemão) desde 2003.
    4) Os autores que mais aparecem na lista: a) W. Voltz (9 vezes) K. H. Scheer (7 vezes); achei injusto C. Darlton aparecer apenas uma vez, muitas boas histórias ao longo da série são dele!
    5) 11 histórias abrem novos ciclos (mais de 50% do total)
    6) Dos 7 autores citados, só Andreas Eschbach ainda está vivo (57 anos). Atenção autores de PR: Escrever bons episódios de PR pode ser fatal!!
    7) Já li 7 dos episódios da lista. Algumas das minhas histórias prediletas não estão na lista (Alguns exemplos: PR667 – “O Guardião do Eterno” – William Voltz e PR226 “Os Parasprinters”). Conheço a série desde quando foi lançada em 1975 pela editora Tecnoprint, pois era ávido leitor dos livrinhos dessa editora (cuja maioria era adaptações de grandes clássicos da literatura), muito divulgados devido aos jornaizinhos que eram distribuídos nas escolas na época e pelos quais grupos de alunos podiam fazer pedidos por meio dos professores. Na época, muitas vezes quando se fazia um pedido de outros livros, ao receber a encomenda vinha junto um livro de PR (capa branca) com um característico corte na borda do para indicar que era brinde. Foi meu primeiro contato com a série, mas na época não me chamaram tanta atenção e li apenas alguns dos primeiros livros (eu ainda era adolescente); mais tarde nos anos 1980, encontrei a série nas bancas de revistas e jornais (já na capa preta num formato alongado) e voltei a ler, parando novamente após alguns episódios. Entretanto com o passar dos anos algumas das histórias que eu havia lido anos antes me voltavam à lembrança. Daí, já no ano 2001, fazendo mais uma vez busca na internet, encontrei o site da SSPG e recomecei a ler a série. Anos depois, achei o Projeto Traduções e me inscrevi para ter acesso a todos os 536 episódios da tecnoprint. Entretanto, apenas há alguns anos quando comprei um e-reader (Kindle) foi que eu pude acelerar a leitura dos livros de forma mais regular. Atualmente já li os ciclos 1, 2 e 11 (O Concílio). No momento estou lendo em duas frentes: o ciclo 3 (Os Pós-Bis) onde estou no livro 127 e o ciclo Afilia, no qual estou iniciando o episódio 734. Durante este mês de Setembro consegui ler cerca de 10 episódios.
    8) Continuo achando que é hora dos apreciadores brasileiros da série que tenham bom conhecimento da língua alemã começarem a traduzir a PERRYPEDIA (a tradução automática via Google Chrome não é boa) para que fique disponível mais informação sobre a série em nosso idioma. Pelo menos as sinopses dos livros já disponíveis em português, que neste momento somam 876 volumes (156 da SSPG + 184 do Projeto Traduções + Os 536 antigos já disponíveis na rede [também disponíveis no Projeto Traduções]). Isso representa quase um terço da coleção alemã, que está atualmente no episódio PR 2876. Progressivamente poderiam ser traduzidos artigos sobre os personagens da série, autores etc..

    Um abraço,

    AGOSTINHO FILHO
    Belém – Pará

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: