Uma análise dos preços das edições brasileiras de PR

Durante a publicação da nova edição brasileira da série “Perry Rhodan” pela editora SSPG, entre 2001 e 2006, frequentemente recebíamos reclamações sobre o preço dos livros, considerado alto por muitos leitores. Embora soubéssemos que nossa edição era mais cara que a anterior, devido à baixa tiragem, não tínhamos ideia do quanto realmente ela era mais cara. Duas vezes? Três vezes? Quatro vezes?

Para esclarecer esta dúvida, em janeiro de 2006 elaborei uma tabela na qual relacionei os preços absolutos e relativos das edições da Ediouro e da SSPG ao longo dos anos com base nas moedas da época e em dois indicadores econômicos bastante tradicionais, o dólar e o salário mínimo. Esta tabela comparativa revelou, entre outras coisas, que a edição da Ediouro era realmente muito barata, devido basicamente à sua ampla distribuição em todo o território nacional, fator fundamental para a manutenção de uma alta tiragem. E, como a tiragem é o que realmente define o preço de cada livro, isso também explica os preços mais altos da edição da SSPG…

O arquivo contendo essa tabela comparativa encontra-se em meu diretório virtual.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: