O término do ciclo “A Negasfera”

Foi lançado na semana passada na Alemanha o episódio 2499 da série “Perry Rhodan”, intitulado “O Sacrifício”. Este livro finalizou uma história que começou no número 2300 da série, publicado há quase quatro anos atrás.

2499tibi

Aqui está uma rápida apresentação da trama da série desde o episódio 2300:

No ciclo “Terranova” (2300-2399) o Grupo Local de galáxias foi ocupado por Traitor, uma gigantesca frota dos caotarcas. A missão desta frota é utilizar os recursos dessas galáxias para a construção de Vultapher, uma gigantesca nave que deverá proteger a negasfera Hangay dos cosmocratas. A galáxia Hangay está nos estágios iniciais de transformação para uma negasfera, o que desestabilizará todas as leis físicas da região. Se os caotarcas atingirem seu objetivo, a Via Láctea e todas as galáxias vizinhas serão diretamente afetadas pela negasfera.

No ciclo “A Negasfera” (2400-2499), que é uma continuação direta do “Terranova”, os terranos passam a agir em duas frentes: numa delas Perry Rhodan comanda a nave experimental Júlio Verne numa viagem de vinte milhões de anos ao passado, para observar “ao vivo” como a superinteligência Archetim conseguiu provocar a “retroversão” de uma negasfera naquela época. Se Rhodan conseguir trazer esse conhecimento perdido para o presente, esta poderá ser a chave para a luta contra Traitor e a negasfera.

Ao mesmo tempo Atlan comanda uma expedição científica até Hangay, que tem o objetivo de entender melhor os efeitos práticos da degeneração de Hangay sobre a Via Láctea, bem como coletar informações que possam ser úteis numa futura tentativa de retroversão da negasfera.

Obviamente tudo isso é feito com muita dificuldade, pois a “Diretriz Traitor” impede o tráfego interestelar, bem como qualquer ação não autorizada dos povos sob seu controle. O clima desses dois ciclos é bem claustrofóbico, e as ações de Rhodan e Atlan são tentativas desesperadas de salvar toda a galáxia.

Enquanto isso, periodicamente planetas inteiros são despedaçados para servirem de matéria-prima para Vultapher. O planeta Esfinge, dos aconenses, teve esse destino, e a Terra e Árcon só não foram destruídos também devido a algumas atitudes desesperadas dos terranos e dos arcônidas…

Para celebrar o término deste megaciclo de 200 episódios, coloquei em meu diretório virtual alguns arquivos contendo uma visão geral dos seguintes ciclos:

– O Reino Tradom (32º ciclo – episódios 2100 a 2199)
– O Oceano Estelar (33º ciclo – episódios 2200 a 2299)
– Terranova (34º ciclo – episódios 2300 a 2399)
– A Negasfera (35º ciclo – episódios 2400 a 2499)

Os textos referentes aos ciclos 32, 33 e 34 já haviam sido publicados nos volumes 662/663, 706/707 e 834/835 da edição brasileira da série, mas o resumo do ciclo “A Negasfera” é inédito.

Anúncios

6 Respostas to “O término do ciclo “A Negasfera””

  1. Antônio Carlos Says:

    Obrigado César. Belo trabalho. Na espera da volta da série

  2. Marcos Roberto Says:

    Oi César!

    Sempre venho acompanhando o seu blog. Como já havia dito, você realmente está de parabéns.

    Referente aos resumos de ciclos disponibilizados por você e sobre sua obra O Caminho para as Estrelas, tenho algumas dúvidas. O mesmo abrange do volume 1 ao 1875, que representa o 27º ciclo. Se não me engano você disponibilizou também visões gerais do 32º ao 35º ciclo. Sendo assim tem um buraco ai sem resumos de parte do 27º ciclo ao 31º. Você já chegou a produzir algum material sobre este período(ciclos)? E a propósito, fiquei mal acostumado com a qualidade de O Caminho para as Estrelas, você planeja fazer alguma segunda edição adicionando resumos completos como os outros de onde parou até o 35º ciclo?

    []’s
    Marcos

  3. nefisto Says:

    obrigado pelos otimos resumos

  4. César Maciel Says:

    Marcos, realmente ficou uma lacuna correspondente aos seguintes ciclos:

    – 28: Os Baluartes Heliotianos (1876-1899)
    – 29: O Sexto Enviado (1900-1949)
    – 30: Matéria (1950-1999)
    – 31: A Residência Solar (2000-2099)

    Já tenho alguns materiais traduzidos referentes a esses ciclos, e espero colocá-los no blog à medida em que eles forem sendo finalizados. Em relação a “O Caminho para as Estrelas”, trabalho há anos em sua segunda edição, mas não tenho a menor ideia de quando poderei conclui-la…

  5. Carlos Crispim Says:

    Todo seu trabalho é fantástico, só tenho a agradeçer imensamente, não é uma reclamação, aliaís nem se pode reclamar do que é disponibilizado de graça, com tanta qualidade e esmero, mas o 4shared é uma porcaria, extremamente difícil a navegabilidade (ou eu sou muito burro), meu navegador não funciona direito, as pastas não consigo baixar, ora sim, ora não, é uma luta! Quero baixar vários aritgos e resumos mas nunca consigo no mesmo dia, tenho que brigar muito, até que cansa e desisto, será que é só comigo?

    • César Maciel Says:

      Carlos, o 4shared realmente deixa a desejar em alguns pontos, mas ainda não consegui encontrar um bom substituto para ele… Por favor envie a lista dos arquivos que você não conseguiu baixar para cesarafm@terra.com.br, pois assim poderei enviá-los diretamente para você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: